Páginas

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Ah, saudade!

É incrível como existem sentimentos fortes soltos mundo a fora. Raiva. Dor. Alegria. Felicidade. Emoção. Comoção. Dó. Ódio. Tristeza. SAUDADE.
20 dias e então um coração transbordando saudade de alguém que me faz bem. Às vezes acho que não poderei  aguentar ficar mais um dia se quer sem vê-la, ao menos virtualmente, só para desafogar mágoas, não que queira as trazer à tona, e sim, me livrar delas, coisa que só você poderá me ajudar a fazer.
Você não sabe o quanto desejei poder atravessar a rua de pijama e ir correndo pra tua casa pleno sábado às 8 horas da madrugada para deitar no teu colo, chorar um pouco e saber que no final tudo vai dar certo. Sei que quando você ler isso aqui, pode não significar o mesmo que significa para mim, porque ATITUDE, palavras esvaecem com o vento. Então a primeira coisa que farei é ir correndo à sua casa de pijama, te dar AQUELE ABRAÇO, e então fazer como sempre fizemos: compartilhar nossas alegrias, dores, sermões, dancinhas de comemoração esquisitas, abraços, sorrisos, abraços com sorrisos e nossa amizade.

À minha melhor amiga, Allana Raissa.

Um comentário:

Allana disse...

Sua sem graça, ao ler o atravessar a rua eu começei a chorar e isso foi RUIM, porque eu mal conseguia terminar de ler. D: Eu estou aqui, você não veio de pijama. ;/ Mais eu estou aqui esperando. Mesmo te vendo 93827538764 de vezes sinto saudades.