Páginas

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Um instante qualquer

Assim como aquele verde grão brotando no meu quintal
Seria a nossa amizade crescendo igual.
E por mais que eu dissesse que não, algo surgia dentro de mim.
Não era o tipo certo de sentimento, mas servia.

Olhava em seus olhos e o que via me agradava:
Havia meu reflexo e o rastro de seus pensamentos.
E quanto mais ele me observava,
Mais vontade eu tinha de me aproximar.

Podia sim, ser estupidez.
Mas de hipocrisia o mundo está cheio.
Uma hora dizem que sim,
Noutra dizem que não.

Pois bem, vejam só:
Serei feliz ou serei só eu mesma.
Não me importa sobre o que você pensa,
São só coisas banais a serem ditas.

Sei que isso aqui não faz tanto sentido
Ou o que não faz é rima.
Eu ligo? Não, só quero me divertir
Sem saber a hora de ir dormi.

2 comentários:

Blogueira Fajuta disse...

Eu também só quero me divertir sem saber a hora de ir dormir!

O que se sabe, afinal? disse...

HAHAHA :D