Páginas

terça-feira, 27 de março de 2012

As coisas pioram quando a gente se acostuma. Digo, pois, em relação a tudo na vida.

De janeiro a janeiro

Às vezes paro e penso: o que estou fazendo aqui?
Eu estou na Bolívia, como você já deve saber, fazendo medicina. Sim, uma dose de loucura me subiu à cabeça e resolvi apostar nesta ideia. É incrível como as coisas mudam: mudei meu cabelo, mudei de casa, de cidade, de país e estou fazendo faculdade!
Vivo na correria de segunda à segunda, estudo uma matéria e enquanto descanso estudo outra e, assim, não percebo que a semana termina outra vez. Durante os intervalos das aulas paro na janela e observo o tempo, tão calmo que com pouco mover e muito pensar, minha mente volta à minha terra natal, à terra onde vivi e ao coração das pessoas que conquistei.
Conquistas! Vivi pouco mas mesmo assim já tenho histórias para contar. Não são grandes coisas, tampouco têm valores reais (que dirá bolivianos! hahaha), mas para mim são mais do que pegadas, são traços que compõem a minha história.

Foto tirada por mim, dona do blog, em meados de fevereiro ou março de 2011.